11/08/2017 12h35 - Atualizado em 11/08/2017 12h35

Assentados e técnicos debatem plantas medicinais

Nos dias 02 e 03 de agosto em Apucarana aconteceu o curso Cultivo de Plantas Potenciais, Medicinais e Aromáticas para técnicos e produtores no assentamento Dorcelina Folador – Distrito de Aricanduva, com 21 participantes. O curso tratou dos requisitos tecnológicos para a produção com qualidade e mercado. O objetivo principal foi organizar um programa de produção das espécies na região como: Cúrcuma, Alcachofra, Alecrim, Alfavaca/Manjericão, Calêndula, Capim-limão ,Espinheira-santa, Fáfia, ginseg brasileiro, Funcho, Gengibre, Guaco, Hortelã, Melissa e Urucum, dentre outras.

A região de Apucarana localizada no centro-norte do Paraná tem condições adequadas para o cultivo dessas espécies e já foi importante no cultivo de Estévia.
Em Jandaia do Sul um produtor cultiva capim limão e tem a intenção de ampliar a área e de cultivar outras espécies. A extensionista Adriana está verificando a possibilidade de o mesmo instalar uma unidade de beneficiamento (secador, triturador, mesas e demais equipamentos.) e assim melhorar a qualidade do seu produto e transforma-la numa unidade demonstrativa para que demais interessados acompanhem essa tecnologia.

No Paraná a cadeia produtiva das Plantas Medicinais, Aromáticas e Condimentares envolve mais de 1800 produtores, com área cultivada de seis mil hectares, movimentando cerca de 78 milhões de reais por ano. Em relação a 2008, isso representa um aumento de 33% na quantidade de produtores e 82% na área cultivada e na produção. Sendo o Paraná responsável por 90% da produção nacional.

Fonte: EMATER

últimas: notícias vídeos

cotações

  • Milho amarelo – Rio do Sul/SC – (Epagri)

    05/09/2017

    valor

    R$ 23,00

  • Arroz irrigado em casca – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    05/09/2017

    valor

    R$ S/Inf.

  • Suíno vivo – Sul Catarinense/SC (Epagri)

    05/09/2017

    valor

    R$ 3,42