19/07/2017 12h30 - Atualizado em 19/07/2017 12h30

Café: Ritmo de negócios é lento, mas indicadores têm alta no Brasil

Agentes do setor cafeeiro continuam afastados do mercado, limitando as negociações de arábica e de robusta. Quanto aos preços, segundo pesquisadores do Cepea, o arábica tem sido influenciado principalmente pelas cotações externas e pelo dólar. Nessa terça-feira, 18, o Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6 bebida dura para melhor, posto em São Paulo, fechou a R$ 451,34/saca de 60 kg, aumento de 1,9% em relação à terça anterior, 11. Já os valores do robusta estão firmes. O Indicador CEPEA/ESALQ do robusta tipo 6 peneira 13 acima fechou a R$ 410,06/saca de 60 kg nessa terça, elevação de 0,8% frente ao dia 11.

 

Fonte: Cepea

últimas: notícias vídeos

cotações

  • Milho amarelo – Rio do Sul/SC – (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 27,00

  • Arroz irrigado em casca – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.

  • Suíno vivo – Sul Catarinense/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 3,72

  • Feijão Carioca -Tipo 1 – Paraná (Seab)

    18/10/2017

    valor

    R$ 99.79

  • Suíno vivo – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.