13/07/2017 17h41 - Atualizado em 13/07/2017 17h41

Emater realiza Encontro da Agricultura Familiar Ubiratã

A Emater de Ubiratã realizou no município, 6 e 7 de julho, o Encontro da Agricultura Familiar com a participação de 86 agricultores familiares atendidos através do projeto Sustentabilidade que o Instituto executa para o MDA. Os participantes assistiram a palestras sobre Grãos, Leite e Olericultura.

Na quinta-feira, aconteceram palestras com profissionais da Emater que explanaram sobre sanidade em bovinos de leite, com ênfase na saúde da bezerra, e produção de silagem. A médica veterinária Drª Iole Elza Canali trouxe dicas para os produtores sobre como cuidar da sua futura vaca leiteira, focando na sua formação e visando alcançar o máximo do seu potencial produtivo.

Em seguida, o também médico veterinário Rafael Piovezan falou sobre a produção de silagens, enfatizando o ponto de corte e a maneira de fechar o silo. Ou seja, deu dicas práticas que auxiliam muito o produtor de leite. “A silagem é um suplemento na dieta animal, nada adianta ela para o sucesso da produção se as demais atividades estiverem a desejar. Para a produção satisfatória do rebanho, é necessário que as pastagens, medicamentos, ordenha e higiene estejam em dia”, disse ele.

À tarde, teve as palestras relacionadas à olericultura, tendo como protagonistas o engenheiro agrônomo Fernando Koiti Saito, consultor da Torynno, em Ubiratã, que falou sobre nutrição, adubação, manutenção e tecnologia de aplicação em folhosas, enfatizando produtos e seus usos em hortaliças.

Diego Brene, técnico agrícola da Irrigaforte, de Marialva, expôs sobre plantio direto em folhosas, cobertura do solo e uso do mulching. Sua fala foi baseada na cobertura de canteiros para produção de verduras, hidroponia, semi-hidroponia e canteiros suspensos com cultivo na areia como alternativa de controle de doenças.

Finalizando o dia, Rinaldo A. Clementin, técnico da Emater de Araruna, falou sobre horticultura. Comentou as vantagens da produção local para incremento da renda, utilizando mão de obra familiar e canais alternativos de comercialização.

Sete de julho, sexta-feira, foi a vez dos produtores de grãos receberem informações. O engenheiro agrônomo Paulo Cesa, da Emater de Mamborê, iniciou a manhã falando da previsão do tempo para a próxima safra de soja. Após isso, Marcelo Garrido Moreira, do Deral/Seab, de Curitiba, expôs aos produtores uma análise de mercado do preço da soja, e, em seguida, Edmar Gervasio, também do Deral/Seab, de Curitiba, fez análise de mercado e preço do milho. Gervasio explicou aos agricultores como se forma o preço da commodity e como se dão as transações financeiras do cereal.

Esse evento em de Ubiratã consta da agenda de compromissos da chamada publica sustentabilidade que conta com a equipe municipal da Emater de Ubiratã e apoio de técnicos de municípios vizinhos, para a execução do contrato com o MDA.

 

Fonte: Emater

últimas: notícias vídeos

cotações

  • Milho amarelo – Rio do Sul/SC – (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 27,00

  • Arroz irrigado em casca – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.

  • Suíno vivo – Sul Catarinense/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 3,72

  • Feijão Carioca -Tipo 1 – Paraná (Seab)

    18/10/2017

    valor

    R$ 99.79

  • Suíno vivo – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.