09/10/2017 15h51 - Atualizado em 09/10/2017 15h51

Exportações de carne bovina brasileira têm alta de 17% em setembro

Faturamento acumulado no ano é de US$ 4,3 bilhões, 6,61% a mais do que o faturado entre janeiro e setembro de 2016; merece destaque alta de 21,25% das exportações de carne bovina in natura

Em setembro, as exportações brasileiras de carne bovina tiveram um volume 17% maior do que o exportado no mesmo período do ano passado, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (ABIEC). No mês, foram embarcadas 135.562 toneladas do produto, o que gerou um faturamento de US$ 556 milhões, alta de 17,46% sobre o que foi faturado em setembro de 2016.

Desde janeiro, o País exportou 1.061.980 toneladas de carne bovina, 1,84% a mais do que o exportado nos nove primeiros meses do ano passado. O faturamento obtido como resultado das exportações realizadas em 2017 até o momento é de US$ 4,3 bilhões, o que representa uma alta de 6,61% em relação ao faturado no mesmo período de 2016.

Hong Kong continua sendo o principal importador da carne bovina brasileira, responsável pela compra de 32.786 toneladas (56% a mais do que o comercializado em agosto), seguido por Egito, que importou 21.194 toneladas (aumento de 5,34%), e China, com 17.502 toneladas (alta de 10,98%).

Posição

País/região

Faturamento em US$ (setembro/2017)

Volume em toneladas (setembro/2017)

TOTAL

***

556.848.566

135.562

1

Hong Kong

124.548.614

32.786

2

Egito

73.691.547

21.194

3

China

77.920.392

17.502

4

Irã

61.937.583

13.927

5

Rússia

41.698.779

13.385

Desempenho por categoria

A carne in natura se manteve como categoria mais exportada em setembro, com o embarque de 111.933 toneladas, o que gerou um faturamento de US$ 471 milhões, 21,25% a mais do que o faturado em setembro de 2016.

O ranking de categorias mais exportadas ainda aponta, em sequência, miúdos (12.927 toneladas embarcadas), industrializadas (7.456 toneladas), tripas (2.930 toneladas) e salgadas (316 toneladas).

Posição

Categoria

Faturamento em US$

(setembro/2017)

Volume em toneladas (setembro/2017)

1

In natura

471.440.126

111.933

2

Miúdos

32.504.043

12.927

3

Industrializadas

40.864.725

7.456

4

Tripas

10.357.817

2.930

5

Salgadas

1.681.855

316

Desempenho por estado

Em setembro, Mato Grosso se manteve como a unidade federativa que mais exporta carne bovina. No mês, foram embarcadas 30.251 toneladas do produto produzidas no estado, o que representa um aumento de 42,46% do que foi exportado em setembro de 2016.

O faturamento gerado com as exportações provenientes do Mato Grosso foi de US$ 127.184.240, uma alta de 44,10% sobre o faturado no mesmo período do ano passado. Destacam-se como principais compradores da carne oriundas do estado, Hong Kong, Egito e Irã.

Unidade Federativa

Faturamento em US$

(setembro/2017)

Volume em toneladas (setembro/2017)

TOTAL

556.848.566

135.562

Mato Grosso

127.184.240

30.251

São Paulo

126.950.525

28.397

Goiás

72.053.519

17.143

Rondônia

49.200.986

13.470

Minas Gerais

53.908.123

12.973

Mato Grosso do Sul

48.245.343

12.049

Pará

38.879.740

11.069

Rio Grande do Sul

19.605.902

5.091

Paraná

10.017.308

2.674

Fonte: Abiec

últimas: notícias vídeos

cotações

  • Milho amarelo – Rio do Sul/SC – (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 27,00

  • Arroz irrigado em casca – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.

  • Suíno vivo – Sul Catarinense/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 3,72

  • Feijão Carioca -Tipo 1 – Paraná (Seab)

    18/10/2017

    valor

    R$ 99.79

  • Suíno vivo – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.