25/09/2017 13h28 - Atualizado em 25/09/2017 13h28

Porto de Paranaguá bate novo recorde de movimentação

O Porto de Paranaguá acaba de bater mais um recorde de movimentação de cargas. No mês de agosto foram exportadas e importadas 5,44 milhões de toneladas de produtos pelo porto paranaense.

Este é o terceiro mês consecutivo que o Porto contabiliza recordes de movimentação em 2017. Em junho deste ano, foram movimentadas 4,95 milhões de toneladas em julho, o Porto registrou 5,15 milhões de toneladas de cargas exportadas e importadas e, agora, no mês de agosto um novo recorde.

O último recorde para o mês de agosto de movimentação havia sido registrado em 2015, quando o Porto de Paranaguá atingiu a marca de 4,6 milhões de toneladas.

A movimentação recorde inclui grãos, líquidos, contêineres, cargas gerais e fertilizantes.

De acordo com o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, os recordes consecutivos do Porto de Paranaguá se devem aos investimentos para aumentar a capacidade operacional do Porto e que estão trazendo resultados

“Os números de movimentação refletem o planejamento e o retorno dos investimentos, aliados ao trabalho técnico e operacional dos profissionais que atuam na área portuária. Esta soma de fatores vem aperfeiçoando todo o modelo logístico existente, promovendo a racionalização das operações e a elevação dos índices de competitividade dos Portos do Paraná em relação aos portos vizinhos”, ressaltou o presidente da Appa.

Ele lembrou que, recentemente, também no mês de agosto, o Porto registrou a maior movimentação de grãos da história.

NOVOS RECORDES – Nos últimos 25 meses, o Porto de Paranaguá bateu 35 recordes históricos de movimentação de cargas. Em 18 de agosto, por exemplo, o Correx bateu recorde de embarque de grãos num período de 24 horas, com 134.057 toneladas de milho e farelo de soja movimentados em um dia.

A exportação de veículos foi recorde nos oito primeiros meses de 2017, com 69.064 unidades. Já o carregamento de açúcar em um único dia também ultrapassou a marca de 62,6 mil toneladas do produto, superando em 19% o recorde anterior, de 2001, quando tinham sido embarcadas 52,5 mil toneladas em apenas um navio.

Fonte: AEN

últimas: notícias vídeos

cotações

  • Milho amarelo – Rio do Sul/SC – (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 27,00

  • Arroz irrigado em casca – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.

  • Suíno vivo – Sul Catarinense/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 3,72

  • Feijão Carioca -Tipo 1 – Paraná (Seab)

    18/10/2017

    valor

    R$ 99.79

  • Suíno vivo – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.