15/09/2017 13h54 - Atualizado em 15/09/2017 13h54

Região Central terá máquinas para readequar estradas rurais

O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, assinou nesta sexta-feira (15) convênio que prevê o repasse de máquinas da patrulha Pro-Rural (Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial: Renda e Cidadania no Campo) ao Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Cid Centro.

Com isso estão sendo repassadas 10 máquinas para execução de serviços de adequação, readequação, manutenção e melhorias de estradas rurais para sete municípios da região Central do Paraná.

O convênio foi assinado com o prefeito de Mato Rico, Marcel Jayre Mendes dos Santos, presidente do Consórcio Cid Centro, e prevê o repasse das máquinas por meio de termo de cessão de uso. Serão beneficiados os municípios de Cândido de Abreu, Laranjal, Manoel Ribas, Mato Rico, Palmital, Pitanga e Turvo.

Neste convênio foram repassados um caminhão-comboio, um caminhão-caçamba, uma motoniveladora, um rolo compactador, uma retroescavadeira, uma escavadeira hidráulica e um trator de esteira, todos comprados com recursos do Banco Mundial, repassados ao programa Prorural.

Segundo o prefeito de Mato Rico, os trabalhos serão iniciados com a elaboração de projetos no município de Palmital, num trecho de 17 quilômetros de estrada rural que liga a Vila Burey à linha Cantuana.

O convênio prevê que os municípios cumpram várias etapas antes das obras de adequação e readequação de estradas rurais, como a capacitação de técnicos para elaboração de projetos; gestão da malha rodoviária municipal; capacitação de operadores de máquinas e motoristas de caminhões; elaboração de plantios de gestão; mapeamento e, por fim, a execução dos serviços nas estradas rurais.

A Secretaria de Estado da Agricultura estima que sejam executados 50 quilômetros de estradas por ano no mínimo.

PRORURAL – O Programa de Desenvolvimento Econômico e Territorial: Renda e Cidadania no Campo (Pro-Rural) é uma ação do Governo do Paraná que está sendo executado nas áreas mais pobres do Estado que apresentam dificuldades e desafios socioeconômicos semelhantes. Ele integra uma ação maior que envolve mais secretarias de Estado, definida no Projeto Multissetorial para o Desenvolvimento do Paraná, cofinanciado pelo Banco Mundial.

A Secretaria conta com o auxílio do Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e do Instituto de Terras, Cartografia e Geociências (ITCG) para atuar na organização e capacitação dos agricultores, na gestão de estradas rurais e na regularização fundiária das propriedades privadas.

O objetivo do programa é aumentar a competitividade dos agricultores familiares dos 8 territórios, que envolvem a Região Central do Paraná e o Vale do Ribeira, onde ainda persistem as desigualdades regionais.

 

Fonte: AEN

últimas: notícias vídeos

cotações

  • Milho amarelo – Rio do Sul/SC – (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 27,00

  • Arroz irrigado em casca – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.

  • Suíno vivo – Sul Catarinense/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ 3,72

  • Feijão Carioca -Tipo 1 – Paraná (Seab)

    18/10/2017

    valor

    R$ 99.79

  • Suíno vivo – Jaraguá do Sul/SC (Epagri)

    18/10/2017

    valor

    R$ S/Inf.